AO VIVO gitanimator
16:45 - 17:15 Na Cozinha

O Programa Na Cozinha traz os mais diversos pratos da cultura brasileira de forma descomplicada. Apresentado por Márcia Kappes, aqui você aprender e surpreender com os melhores pratos.

14:00 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 13:30 Programa do Pop

O Programa do POP é uma revista eletrônica que transmite informação com clareza e dinamismo. No Programa do POP você tem a notícia em primeira mão.

10:00 - 10:30 Treino Aberto
https://cdn.tvcidadeverde.com.br/storage/webdisco/2023/09/02/80x60/2f3695a2941b737e6fc31ac8e860889d.png

O Treino Aberto é o seu de esportes, porta voz do futebol amador, com apresentação de Everton Moreno.

08:55 - 09:00 Shopping Cidade

09:55 - 10:00 Shopping Cidade

12:55 - 13:00 Shopping Cidade

16:40 - 16:45 Shopping Cidade

17:55 - 18:00 Shopping Cidade

18:55 - 19:00 Shopping Cidade

20:25 - 20:30 Shopping Cidade

21:25 - 21:30 Shopping Cidade

02:30 - 02:35 Shopping Cidade

04:25 - 04:30 Shopping Cidade

15:45 - 16:40 Pregação

16:45 - 17:15 Na Cozinha

19:00 - 20:25 Passando A Limpo

17:30 - 17:55 Programa Estilo

20:30 - 21:25 Programa da Gente

21:30 - 22:00 Programa Estilo

22:00 - 23:00 Cidadão Consumidor

23:00 - 23:15 AutoShow

23:00 - 23:15 AutoShow

23:15 - 00:15 Estúdio Ao Vivo

00:15 - 00:45 Caldeirão do Bruxo

01:00 - 01:30 Treino Aberto

01:30 - 02:00 Caiu na Rede

02:35 - 04:25 Cidade Kids

14:30 - 15:15 Caiu na Rede

14:45 - 15:45 Nossa República

07:00 - 08:00 Bate Papo

08:30 - 10:00 Manhã com Sabor

07:00 - 08:30 Jornal da Cidade

Notícias

Qui - 20 de Junho de 2024
113.png

Notícias Sábado, 02 de Setembro de 2023, 11:06 - A | A

Sábado, 02 de Setembro de 2023, 11h:06 - A | A

SAÚDE

Cerca de 700 pessoas esperam na fila por transplante que não é realizado em MT

Pacientes são encaminhados para outros estados e os gastos são pagos pela própria Secretaria de Saúde do estado

REPRODUÇÃO

Um levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio do Sistema Informatizado da Central Nacional de Transplante, aponta que há 698 pessoas aguardando por transplante renal no estado, procedimento que não é realizado em hospitais do estado. Além disso, outras 325 pessoas aguardam por transplante de córnea, 117 por transplante de fígado, 161 por medula óssea e 28 por transplante cardíaco. O estado, no entanto, só realiza transplante de córneas. A SES explica que os pacientes que precisam de outros órgãos são encaminhados via Tratamento Fora do Domicílio (TFD) para outros estados e que os gastos com locomoção, estadia e alimentação do paciente e acompanhante são pagos pelo próprio governo. De acordo com a secretaria, nos últimos 12 meses foram realizadas 16 captações de órgãos no estado, sendo seis rins, nove fígados e um de pulmão. De janeiro a agosto de 2023, foram 126 captações de córneas. Regras para doação Segundo a SES, existem dois tipos de doadores, o doador vivo e do doador falecido. Pode ser um doador vivo qualquer pessoa saudável que concorde com a doação, podendo doar parte da medula óssea, parte do rim, parte do fígado e parte do pulmão. Pela Lei, parentes de até 4° e cônjuges podem ser doadores de órgãos de pessoas vivas e não parentes, somente com autorização judicial. Para isso, é necessário que o voluntário tenha sido submetido a uma rigorosa investigação clínica, laboratorial e de imagem e esteja em boas condições de saúde, possibilitando que a doação seja feita dentro de um limite de risco aceitável. Já os doadores falecidos tratam-se de pacientes com morte encefálica, geralmente vítimas de lesões cerebrais, como traumatismos cranianos ou derrame cerebral (AVC). Esses pacientes podem doar coração, pulmões, fígado, pâncreas, intestino, rins, córneas, veias, ossos e tendões, mas é importante que tenha manifestado ainda em vida, para a família, o desejo de ser doador. No Brasil, só existe um único cadastro para doadores que é o Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), realizado nos hemocentros públicos. Os interessados podem se cadastrar na sede do MT Hemocentro, em Cuiabá.

Captação de órgãos

A captação de órgãos em Mato Grosso começa após a notificação de morte encefálica de um paciente. Depois da confirmação do diagnóstico, é realizada uma entrevista familiar e a triagem de sorologia e condições clínicas do possível doador. Se a cirurgia for viável, é iniciado o processo de captação, autorização da doação e confirmação da compatibilidade dos receptores. A captação pode ser feita em qualquer unidade hospitalar da rede pública ou privada.

Prioridades e critérios na fila

A realização da cirurgia depende de três fatores: a posição do paciente na fila do Sistema Nacional de Transplante, o quadro clínico do paciente e a compatibilidade entre o doador e o receptor, como por exemplo o peso e o tipo sanguíneo.

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012