AO VIVO gitanimator
14:30 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 13:30 Programa do Pop

O Programa do POP é uma revista eletrônica que transmite informação com clareza e dinamismo. No Programa do POP você tem a notícia em primeira mão.

10:00 - 10:30 Treino Aberto
https://cdn.tvcidadeverde.com.br/storage/webdisco/2023/09/02/80x60/2f3695a2941b737e6fc31ac8e860889d.png

O Treino Aberto é o seu de esportes, porta voz do futebol amador, com apresentação de Everton Moreno.

08:55 - 09:00 Shopping Cidade

15:45 - 16:40 Pregação

17:30 - 17:55 Programa Estilo

21:30 - 22:00 Programa Estilo

22:00 - 23:00 Cidadão Consumidor

23:00 - 23:15 AutoShow

23:00 - 23:15 AutoShow

03:30 - 05:50 Cidade Kids

08:30 - 09:55 Manhã com Sabor

07:00 - 08:25 Jornal da Cidade

06:55 - 07:00 Shopping Cidade

06:00 - 06:55 Cidade Kids

08:25 - 08:30 Shopping Cidade

09:55 - 10:00 Shopping Cidade

19:00 - 20:00 Programa da Gente

18:00 - 19:00 Boa Noite Elias Neto

Notícias

Seg - 15 de Julho de 2024
113.png

Polícia Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 12:15 - A | A

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2023, 12h:15 - A | A

APÓS ROUBAR VEÍCULO

Promotor aponta menosprezo e indiferença e pede que jovem que matou irmãs atropeladas passe por júri popular

Jaqueline Hatamoto

[email protected]

Jornalista e repórter do Grupo TV Cidade Verde

João Vitor Barbosa da Cruz, de 21 anos, acusado de matar as irmãs Ysabela Raiane Rodrigues dos Santos e Brenda Raquely Rodrigues dos Santos, de 7 e 9 anos em Rondonópolis, após um acidente, deve ser submetido a júri popular, o pedido partiu do promotor de Justiça Fernando de Almeida Bosso.

De acordo com os representantes do Ministério público, existe indícios suficientes de autoria para que João Vitor seja pronunciado. Nos depoimentos João alegou que não tinha intenção de matar as vítimas.  Porém foi apontada na denúncia, encaminhada ao judiciário, que ao desrespeitar a ordem de parada dos policiais militares e dirigir o carro em alta velocidade, ele assumiu o risco de produzir o resultado obtido. O promotor ressaltou ainda que João fugiu do local após o acidente demonstrando menosprezo para às vítimas.

"Com efeito, diante da conduta adotada pelo réu quanto ao resultado, repise-se que as provas produzidas demonstram que ele assumiu o risco de matar. Além disso, após a colisão, o réu empreendeu fuga do local, não prestou socorro ou assistência as vítimas e até mesmo abandonou sua conhecida desacordada no local do fato, demonstrando total indiferença e menosprezo com resultado de sua conduta delituosa.", diz trecho do documento.

Entenda o caso

João estava em uma Volkswagem Amarok, no dia 31 de julho deste ano, quando recebeu ordem de parada dos policiais militares. Ele tentou fugir em alta velocidade e acabou atingindo um Gol com cinco pessoas

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012