AO VIVO gitanimator
17:30 - 18:00 Programa Estilo

O Programa Estilo é um programa de variedades que traz o melhor da moda, eventos e tudo sobre a alta sociedade. O apresentador Hebert Mattos te mostra todos os detalhes, vem com a gente.

14:30 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 13:30 Programa do Pop

O Programa do POP é uma revista eletrônica que transmite informação com clareza e dinamismo. No Programa do POP você tem a notícia em primeira mão.

10:00 - 10:30 Treino Aberto
https://cdn.tvcidadeverde.com.br/storage/webdisco/2023/09/02/80x60/2f3695a2941b737e6fc31ac8e860889d.png

O Treino Aberto é o seu de esportes, porta voz do futebol amador, com apresentação de Everton Moreno.

08:55 - 09:00 Shopping Cidade

19:00 - 19:30 Pesca e Aventura com Jango

09:55 - 10:00 Shopping Cidade

12:55 - 13:00 Shopping Cidade

16:40 - 16:45 Shopping Cidade

17:55 - 18:00 Shopping Cidade

18:55 - 19:00 Shopping Cidade

20:25 - 20:30 Shopping Cidade

21:25 - 21:30 Shopping Cidade

02:30 - 02:35 Shopping Cidade

04:25 - 04:30 Shopping Cidade

15:45 - 16:40 Pregação

16:45 - 17:15 Na Cozinha

19:00 - 20:25 Passando A Limpo

17:30 - 17:55 Programa Estilo

20:30 - 21:25 Programa da Gente

21:30 - 22:00 Programa Estilo

22:00 - 23:00 Cidadão Consumidor

23:00 - 23:15 AutoShow

23:00 - 23:15 AutoShow

23:15 - 00:15 Estúdio Ao Vivo

00:15 - 00:45 Caldeirão do Bruxo

01:00 - 01:30 Treino Aberto

01:30 - 02:00 Caiu na Rede

02:35 - 04:25 Cidade Kids

14:30 - 15:15 Caiu na Rede

19:30 - 20:25 Nossa República

07:00 - 08:00 Porteira do Sucesso

14:45 - 15:45 Papo Com Elas

16:45 - 17:15 Caminhos do Brasil

08:30 - 10:00 Manhã com Sabor

07:00 - 08:30 Jornal da Cidade

Notícias

Sex - 24 de Maio de 2024
113.png

Polícia Quinta-feira, 09 de Maio de 2024, 09:19 - A | A

Quinta-feira, 09 de Maio de 2024, 09h:19 - A | A

OPERAÇÃO LA CATEDRAL

Diretor de cadeia usou contas de "irmão de criação" e mulher

FOLHA MAX

A decisão que resultou na deflagração da Operação La Catedral, pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste na manhã desta terça-feira (7), apontou uma grande proximidade entre o diretor da cadeia pública do Município, Valdeir Zeliz dos Santos, e um dos líderes do Comando Vermelho na cidade, Janderson dos Santos Lopes. Foi revelado ainda que o servidor cobrava propina para que presos pudessem ser beneficiados com o trabalho extramuros e, para receber os valores, utilizava contas bancárias de parentes.

A ação cumpriu 132 ordens judiciais, entre prisões preventivas, buscas e apreensões, bloqueios de contas bancárias, além de sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados. A investigação apura os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de capitais e facilitação de saída de pessoa presa para atividades ilegais.

A decisão que autorizou a operação foi prolatada pelo juiz Alexandre Delicato Pampado, da Primeira Vara Criminal de Primavera do Leste. Os mandados são cumpridos em cidades de quatro estados: Primavera do Leste, Paranatinga e Dom Aquino (MT); Uberlândia (MG); Rio Verde (GO) e Santana do Araguaia (PA).

 A apuração, de quase um ano, reuniu diversas informações produzidas a partir de relatórios financeiros e investigativos, identificou atividades ilegais envolvendo pessoas presas e o diretor da cadeia pública de Primavera do Leste, Valdeir Zeliz dos Santos. A Polícia Civil apurou a existência de uma associação criminosa que se formou para comprar facilidades e movimentar dinheiro obtido ilegalmente e promover a lavagem de capitais por meio de empresas de construções e, ainda, ofertar vantagens ilícitas a servidores públicos.

Para legitimar os valores recebidos, os investigados utilizaram terceiros e também de pessoas jurídicas para movimentar os valores ilícitos. Um dos principais alvos da investigação é Janderson dos Santos Lopes, de 30 anos, detido em regime fechado na unidade prisional de Primavera do Leste, após ser condenado a 39 anos de reclusão.

Apesar de recluso, a Polícia Civil identificou que ele tinha total liberdade para continuar com suas atividades criminosas lideradas a partir da cadeia pública. De acordo com as investigações, após relatos dos presos, foi apurado o pagamento de propina ao diretor da unidade penal, Valdeir Zelis dos Santos, tendo, inclusive, Janderson, realizado o pagamento por intermédio de outras pessoas do valor de R$ 20 mil para concessão de trabalho externo.

Além dele, outros detentos também teriam realizado pagamentos em troca de autorização para extramuros. Para receber os valores, o diretor do presídio utilizava outros presos e parentes. Foram identificadas transferências realizadas para contas de Gutemberg dos Santos Mesquita, identificado como “irmão de criação” de Valdeir, que detinha informações cadastrais da conta corrente bancária (e-mail e telefone) do gestor da unidade prisional.

Os investigadores também identificaram de transações para a Edimara Farias Neves. Os repasses foram identificados através de relatório de inteligência financeira do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF).

TROCA DE CARRO

Pública de Primavera do Leste, conversando na parte externa da garagem de veículos supracitada. Na oportunidade, Valdeir chegou ao local conduzindo uma caminhonete GM S10, cor preta, e saiu de lá na direção de caminhonete Amarok, cor preta, retornando, posteriormente, para realizar a troca dos automóveis”, diz trecho da decisão.

Ainda de acordo com as investigações, Janderson teria sido beneficiado com autorização para realizar trabalho extramuros e frequentar faculdade, mas durante o período em que os agentes de Segurança Pública realizaram seu monitoramento, o detento não compareceu ao trabalho externo, tampouco às aulas do curso. Na verdade, ele optava por frequentar estabelecimentos de sua propriedade, indo até mesmo na chácara do diretor do presídio. “Constatado o monitoramento da rotina do custodiado, foi desvendado que após sua saída da cadeia pública por volta das 04h em veículo próprio teria se deslocado até uma garagem de veículos; comparecido em algumas unidades bancárias, em sua própria empresa de materiais de construção, no barracão onde ficam alocados seus caminhões. Posteriormente, foi até sua chácara no município de Poxoréu, na chácara do diretor da unidade prisional deste município, dentre outros imóveis rurais fora desta municipalidade”, aponta a decisão.

Foram alvos da operação Janderson dos Santos Lopes, Valdeir Zeliz dos Santos, Josué Pereira Santana, Marconi Cesar Magalhães, Alessandro Rodrigues Soares, Damilles Kaely Lima Meira, Gutemberg dos Santos Mesquita, Valdir da Silva Araújo, Adriano da Silva Negreiros, Edimara Farias Neves, Fabio Belfort Costa Filho, Tiago Candido do Amaral, João Francisco da Silva Santos, Marcio Ferreira Sojo, Jeová Vieira de Aguiar, Nathan Gabriel Oliveira dos Santos, Magnun Vinnicios Rodrigues Alves de Araújo, Denilvaldo Gomes de Arruda e José Castro Neto. Também foi cumprido um mandado de busca e apreensão no interior da Cadeia Pública de Primavera do Leste, abrangendo a sala do diretor da unidade, além de todas as celas do estabelecimento prisional.

A decisão que autorizou a operação também determinou o sequestro de 65 veículos, como caminhonetes Volkswagen Amarok, Chevrolet S10, Ford Ranger, Toyota Hilux, Ford F350 e Dodge Ram Laramie, além de carros, caminhões, reboques e dollies. Foi determinado ainda o sequestro de três imóveis ligados a Janderson dos Santos Lopes, conhecido como “Cowboy” e apontado como uma das lideranças do Comando Vermelho em Primavera do Leste.

Quem também foi alvo do bloqueio, também em três propriedades, foi o diretor da Cadeia Pública de Primavera do Leste, Valdeir Zeliz dos Santos. Além da dupla, outras 17 pessoas foram alvos de mandados judiciais.

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012