AO VIVO gitanimator
16:45 - 17:15 Na Cozinha

O Programa Na Cozinha traz os mais diversos pratos da cultura brasileira de forma descomplicada. Apresentado por Márcia Kappes, aqui você aprender e surpreender com os melhores pratos.

14:30 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 13:30 Programa do Pop

O Programa do POP é uma revista eletrônica que transmite informação com clareza e dinamismo. No Programa do POP você tem a notícia em primeira mão.

10:00 - 10:30 Treino Aberto
https://cdn.tvcidadeverde.com.br/storage/webdisco/2023/09/02/80x60/2f3695a2941b737e6fc31ac8e860889d.png

O Treino Aberto é o seu de esportes, porta voz do futebol amador, com apresentação de Everton Moreno.

06:00 - 06:59 Devoção Sertaneja

08:55 - 09:00 Shopping Cidade

09:55 - 10:00 Shopping Cidade

12:55 - 13:00 Shopping Cidade

16:40 - 16:45 Shopping Cidade

17:55 - 18:00 Shopping Cidade

18:55 - 19:00 Shopping Cidade

20:25 - 20:30 Shopping Cidade

21:25 - 21:30 Shopping Cidade

14:00 - 14:30 Direto de Brasília

14:45 - 15:45 Programa Perspectivas

15:45 - 16:40 Pregação

16:45 - 17:15 Na Cozinha

03:00 - 03:30 É Desse Jeito

Assista agora o programa É Desse Jeito!

19:00 - 20:25 Passando A Limpo

17:30 - 17:55 Programa Estilo

20:30 - 21:25 Programa da Gente

21:30 - 22:00 Programa Estilo

22:00 - 23:00 Cidadão Consumidor

23:00 - 23:15 AutoShow

23:00 - 23:15 AutoShow

23:15 - 00:15 Estúdio Ao Vivo

02:00 - 02:30 Caiu na Rede

03:30 - 05:50 Cidade Kids

02:30 - 03:00 Canal dos Clubes

01:30 - 02:00 Hot Garage

08:30 - 10:00 Manhã com Sabor

07:00 - 08:30 Jornal da Cidade

Notícias

Seg - 27 de Maio de 2024
113.png

Notícias Quinta-feira, 04 de Abril de 2024, 08:17 - A | A

Quinta-feira, 04 de Abril de 2024, 08h:17 - A | A

GLOBAL

Último eclipse solar total dos próximos 20 anos nos EUA será em menos de uma semana

Americanos correm para se planejar para assistir fenômeno que se estenderá por partes de 13 estados dos EUA, partes do Canadá e do México

CNN

A mania do eclipse está se aproximando do auge, à medida que as pessoas com os planos mais bem elaborados – e aqueles que ainda não os fizeram também – traçam estratégias para entrar no caminho da totalidade para uma visão clara do evento celestial em 8 de abril.

Para alguns, os planos sobre para onde voar, dirigir e ficar para ter um vislumbre do último eclipse solar total nos Estados Unidos até 2044 estão em vigor há meses ou mesmo anos.

Para outros, o conceito de que esse evento é imperdível pode estar apenas começando a surgir. As pessoas estão se esforçando – levando em conta o aumento dos custos e as preocupações climáticas – para tomar decisões de última hora sobre onde tentar ver o eclipse.

O caminho da totalidade do eclipse solar total – onde a lua bloqueia completamente a face do sol – se estende por partes de 13 estados dos EUA, bem como por partes do Canadá e do México.

Mas como as últimas previsões meteorológicas ameaçam cobrir de nuvens grande parte do caminho da totalidade, a melhor aposta para ver o eclipse total será se manter móvel e flexível com os seus planos, disse Mark Littmann, coautor de “Totalidade: O Grande Eclipse Norte-Americano de 2024”.

“Será preciso dedicação nesse momento”, disse Littmann. “Cerca de 31 milhões de pessoas vivem no caminho da totalidade. E milhões e milhões de turistas irão embarcar no caminho da totalidade – dirigindo por uma hora, duas ou três horas, ou chegando de avião”.

Judette Louis, de Tampa, Flórida, disse que passou várias horas no domingo pesquisando opções para levar sua família para ver o eclipse em Cleveland, Ohio, onde ela tem amigos, depois de “ser radicalizada pelo TikTok” e ouvir o meteorologista local falar sobre quão incrível o evento é.

Mas depois de descobrir que os voos de Tampa para Cleveland custavam cerca de US$ 600 (pouco mais de R$ 3 mil), o aluguel de um carro por um dia custava US$ 300 (cerca de R$ 1,5 mil) e quase nenhum hotel estava disponível na cidade, Louis está pensando se vai.

“Minha preocupação é pagar todo esse dinheiro e depois não ver”, disse ela, acrescentando que o clima em Cleveland “parece duvidoso” no dia do eclipse.

Eclipse solar total em 2017, acima de Madras, Oregon, Estados Unidos
Eclipse solar total em 2017, acima de Madras, Oregon, Estados Unidos / NASA/Aubrey Gemignani

Explorando alternativas

Muitas pessoas que reservaram viagens com bastante antecedência também estão de olho no tempo com nervosismo.

“A previsão do tempo ao longo de toda a rota do eclipse está causando ansiedade nas pessoas”, disse Littmann. “É abril, e as chuvas de abril não são brincadeira… a previsão para os próximos sete dias é muito inóspito”.

Com as previsões meteorológicas antes da marca de sete dias antes do eclipse “muito boas”, disse Littmann, ainda há tempo para variações. “Mas agora chegamos a um ponto em que levamos as coisas a sério”.

E não é apenas a neve ou a chuva que podem atrapalhar as coisas para os observadores de eclipses, disse Littmann.

“É preciso ter um dia razoavelmente claro ou quase sem nuvens para este evento”, disse Littmann, acrescentando que conhece caçadores de eclipses que têm reservas para ver o eclipse em três ou mais lugares e “começarão a cancelar quando eles veem algo se desenvolvendo no que diz respeito ao clima”.

Steven Robicsek, de 66 anos, de Gainesville, Flórida, combinou uma viagem para Waco, Texas, há quase um ano para ver o eclipse e disse que planeja esperar mais alguns dias para avaliar o boletim meteorológico atualizado antes de possivelmente mudar seus planos.

“Algumas pessoas estão em curto-circuito e mudando de local”, disse Robicsek, que viu três eclipses solares totais em sua vida e dois parciais e deseja ter mais tempo na totalidade. “Passei um pouco de tempo na internet ontem à noite procurando opções alternativas fáceis”, disse ele. “Até agora a melhor opção que encontrei na Flórida é o nordeste”.

Steven Robicsek, na ponta esquerda, assistiu ao eclipse solar total de 2017 em Sandy Run, Carolina do Sul, com amigos e familiares / Steven Robicsek/Arquivo Pessoal

Robicsek planeja esperar até sexta-feira (5) antes de tomar uma decisão final sobre onde tentará ver o eclipse. Então, ele dirigirá para “o meio do caminho da totalidade” e de lá acabará voando para o destino escolhido.

“É simplesmente um evento natural incrível que considero espetacular e difícil de descrever”, disse ele. “Ele vai e vem em poucos minutos e é simplesmente magnífico durante esses poucos minutos”.

Estratégias de última hora

Por mais lotado que esteja, ainda há esperança para quem não fez planos. “Os hotéis no caminho da totalidade estão esgotados há muito tempo, mas sempre há pessoas que adoecem no último minuto ou mudam de ideia no último minuto”, disse Littmann. “Portanto, vale a pena conferir os lugares acessíveis e que você pode chegar com pressa”.

Os frequentadores do eclipse “tentam se manter o mais móveis possível”, disse ele, para que possam se mudar para um local diferente no último minuto, se necessário. “Basta lembrar que o que levaria uma hora em um dia normal pode levar duas horas ou mais, já que todas as outras pessoas no mundo estão observando a mesma previsão do tempo”, disse ele.

O fato desse eclipse atingir 13 estados oferece aos viajantes muitos destinos para escolher, disse Katy Nastro, especialista em viagens.

Os preços dos voos duplicaram em algumas rotas, disse ela, por isso as pessoas que consideram uma viagem de última hora devem procurar voos para cidades que estejam entre duas a duas horas e meia fora da rota da totalidade para aproveitar voos potencialmente mais baratos.

As fases de um eclipse solar total em El Molle, Chile, em julho de 2019.
As fases de um eclipse solar total em El Molle, Chile, em julho de 2019 / Stan Honda via CNN Newsource

“Alguns exemplos incluem Houston x Austin ou Dallas, Memphis x Little Rock, Nashville x Evansville e Chicago x Indianápolis”, disse Nastro. “A vantagem de uma cidade fora do caminho é que, provavelmente, ainda terá disponibilidade de acomodação, enquanto muitas das principais áreas metropolitanas dentro do caminho não têm vagas ou preços estão altíssimos”.

As milhas de passageiro frequente também podem ajudar os viajantes de última hora, disse ela. “Os pontos e milhas tendem a não flutuar tanto quanto os preços à vista, então você pode encontrar voos razoáveis usando pontos/milhas para uma compra de última hora”, disse Nastro.

O céu é o limite quando o dinheiro não é problema

Para pessoas dispostas a pegar voos de última hora para onde o tempo parece mais promissor e depois pagar o que for preciso para ficar (ou voar de volta logo após o fim do eclipse), esperar até um ou dois dias antes do eclipse para viajar pode valer a pena quando se trata de obter as melhores vistas.

“Qualquer coisa acima de 40 ou 50% de probabilidade de nuvens é realmente assustadora para as pessoas que desejam ver o evento”, disse Littmann. “Mas quando você chega dois ou três dias antes do eclipse, a previsão hora a hora é bastante confiável. Três dias antes ainda não é um determinante absoluto, mas quando você chega a um dia e meio ou um dia antes, a previsão do tempo está quase certa”, disse ele.

Outros viajantes procurarão superar qualquer potencial cobertura de nuvens no caminho da totalidade, disse ele.

“Se dinheiro não for problema, você pode fretar um avião e voar para qualquer lugar onde o tempo pareça bom… isso deve ser aproveitado se o tempo para vista em solo parecer muito duvidoso”, disse Littmann, que planeja estar em Kerrville, Texas, para o eclipse.

“Tenho certeza de que há muitas pessoas nesse momento tentando alugar aviões localmente que possam voar acima das multidões ou talvez até fretar um voo para mais pessoas”, disse ele.

Ben Kaufman, da transportadora aérea JSX, disse que a empresa recebeu inúmeros e-mails e ligações de clientes perguntando como podem comprar um assento em um voo para o eclipse, mas a JSX decidiu não vender nenhum assento para o evento.

Mulher com criança no colo observam o eclipse solar com óculos especiais de proteção solar / Divulgação/Alpine Astronomical

A empresa realizou um sorteio em março para voos gratuitos para ver o eclipse a bordo de um jato de 30 lugares que partirá do Aeroporto Love Field de Dallas por volta das 13h no dia 8 de abril e receberá vários VIPS e alunos do ensino fundamental e médio que fazem parte de uma bolsa do Frontiers of Flight Museum em Dallas.

“A verdadeira vantagem de ver o eclipse do ar é que você tem essa visão através do caminho da totalidade”, disse Kaufman. “Não apenas os efeitos no céu, mas você vê esse escurecimento e sombra em toda a curvatura da Terra até onde a vista alcança”.

Littmann disse que ver o eclipse de dentro de um avião significa perder sutilezas como a mudança do comportamento dos animais à medida que o céu escurece e clareia, bem como algumas das cores do céu que você pode ver melhor no solo.

“O que você ganha por estar em uma aeronave é ter certeza de que irá vê-lo”, disse Littmann. “E isso vale muito”.

Lidando com altos custos

De volta ao solo, os preços dos aluguéis de carros estão subindo juntamente com os voos nas principais cidades no caminho da totalidade. A Priceline relata que as pesquisas de aluguel de carros aumentaram mais de 500% em San Antonio, Austin e Cleveland durante o período do eclipse em comparação ao mesmo período do ano passado.

O Airbnb relata um aumento de 1000% nas pesquisas por estadias ao longo de todo o caminho da totalidade durante o fim de semana do eclipse solar para check-ins em 7 de abril de 2024. Um em cada quatro hóspedes do Airbnb com reserva na noite anterior ao eclipse solar reservou uma estadia no caminho da totalidade, de acordo com o porta-voz do Airbnb, Haven Thorn.

Entre as cidades no caminho da totalidade que ainda têm disponibilidade para reserva no dia 7 de abril, disse ele, estão Richardson, Texas; Hot Springs, Arkansas; Bloomington, Indiana; e Cleveland, Ohio.

O eclipse solar total é um evento raro em que acontece o alinhamento completo entre Sol, Lua e Terra
O eclipse solar total é um evento raro em que acontece o alinhamento completo entre Sol, Lua e Terra / NASA’s Goddard Space Flight Center

Austin e a área circundante de Hill Country e Indianápolis estão entre os destinos mais reservados em toda a América do Norte no Airbnb para o fim de semana do eclipse solar, disse Thorn.

Madison Graça, moradora de San Diego, planejou originalmente voar para Dallas, alugar um carro e dirigir para nordeste em direção ao centro do caminho da totalidade. Mas recentemente ela decidiu dirigir até o Texas para evitar a passagem aérea exorbitante.

“Eu ainda tinha esperança de que os preços dos voos caíssem, mas percebi que isso não iria acontecer”, disse Graça, de 27 anos.

Ela e o marido planejam fazer a viagem de cerca de 19 horas de San Diego no dia 5 de abril, usando pontos para se hospedar em hotéis ao longo do caminho, antes de chegar a Hico, Texas, no extremo oeste do caminho da totalidade, um dia antes do eclipse.

“Nós dois nunca estivemos no Texas”, disse Graça, que viu seu primeiro eclipse total em 2017, no Oregon, e deseja que seu marido também tenha a experiência pela primeira vez.

Graça estima que economizou centenas de dólares ficando em um local no limite do caminho da totalidade, em comparação com Airbnbs que ela pesquisou em outros lugares do Texas que estavam mais próximos do centro do caminho (onde o tempo do eclipse dura mais).

“Acho que, se precisarmos, podemos dirigir um pouco mais para estar no centro ou nos mudar de acordo com o clima – ou colocar algumas cadeiras no meio da estrada, se precisarmos”, disse ela. “Serão muitas decisões imediatas”.

Graça tem tentado explicar ao marido, que está desconfiado da longa viagem, por que vale a pena aproveitar a oportunidade de ver um eclipse total. “É uma daquelas coisas que lembra o quão pequeno é o seu lugar no universo”, disse ela. “Seus problemas não parecem tão grandes quando você vê algo incrível assim”.

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012