AO VIVO gitanimator
17:00 - 17:30 Na Cozinha

O Programa Na Cozinha traz os mais diversos pratos da cultura brasileira de forma descomplicada. Apresentado por Márcia Kappes, aqui você aprender e surpreender com os melhores pratos.

17:30 - 18:30 Programa Estilo

O Programa Estilo é um programa de variedades que traz o melhor da moda, eventos e tudo sobre a alta sociedade. O apresentador Hebert Mattos te mostra todos os detalhes, vem com a gente.

14:30 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 12:00 Pop Show

O seu final de semana promete ficar ainda melhor com o programa Pop Show. Muito entretenimento e agitação para suas manhãs de sábado na Rede Cidade Verde de Televisão.

13:00 - 13:30 Pesca e Aventura com Jango

09:30 - 09:45 AutoShow

23:00 - 00:15 Amigos do Teodoro e Sampaio

21:00 - 22:00 Programa Perspectivas

15:00 - 15:30 É Desse Jeito

Assista agora o programa É Desse Jeito!

17:30 - 18:30 Programa Estilo

18:30 - 19:00 Caiu na Rede

16:00 - 17:00 Programa Sendy Kaufmann

19:00 - 20:00 Bate Papo

13:30 - 14:30 Porteira do Sucesso

21:00 - 22:00 Papo Com Elas

15:30 - 16:00 Caminhos do Brasil

06:00 - 07:00 Encontro Com a Espiritualidade

07:00 - 08:00 Devoção Sertaneja

08:00 - 09:00 Manhã Sertaneja

09:00 - 09:30 Exército Brasileiro

12:00 - 13:00 Programa Transportador

Notícias

Sá - 18 de Maio de 2024
113.png

Notícias Terça-feira, 20 de Setembro de 2022, 09:20 - A | A

Terça-feira, 20 de Setembro de 2022, 09h:20 - A | A

JUSTIÇA

Tribunal de Justiça julga mais de 50 mil processos e supera marca registrada em 2021

JUSTIÇA

TJMT

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso julgou 50.350 processos, de 20 de janeiro a 15 de setembro deste ano, antecipando em um mês o volume registrado em 2021. Isso significa que, faltando ainda pouco mais de três meses para encerrar o ano, mais de 50 mil cidadãos e cidadãs foram atendidas de forma definitiva em 2022 pelo Judiciário mato-grossense, somente em grau recursal. Além disso, já foram baixados definitivamente mais de 41.500 processos, demonstrando a eficiência do Judiciário de Segundo Grau. Essa quantidade de feitos judiciais na 2ª Instância, em quantidade superior e no menor tempo em relação ao ano passado, na avaliação do coordenador Judiciário, Bruno José Fernandes da Silva, reforça a posição determinante da gestão da desembargadora-presidente Maria Helena Póvoas em priorizar a efetiva entrega da prestação jurisdicional. Bruno José assinalou que esse dado demonstra ainda que os desembargadores e desembargadoras, juntamente com os servidores e servidoras, mais uma vez cumprem a Meta 1 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que avalia a produtividade dos magistrados e magistradas através do julgamento de mais processos do que o número de ações novas que ingressam na Corte. Para possibilitar maior produtividade dos julgadores e julgadoras, o Judiciário, por meio da administração da desembargadora Maria Helena, segundo o coordenador Judiciário, sempre coloca a disposição cursos, ferramentas e painéis eletrônicos que apontam dados que permitem aos magistrados e magistradas o cumprimento de objetivos, julgando, inclusive, processos mais antigos e aqueles relacionados nas metas nacionais. “Esse gerenciamento realizado pelos gabinetes e secretarias possibilita o atendimento da demanda jurisdicional, trazendo maior número de decisões com maior complexidade e perfeição técnica, privilegiando as metas e prioridades em lei”, frisou o coordenador. Bruno José acentuou que o Poder Judiciário faz questão de finalizar, entregar, atender o jurisdicionado, a jurisdicionada, com eficiência e agilidade, e, com isso, para conseguir fazer o atendimento com maestria, a presidente do Tribunal de Justiça orienta que o monitoramento seja feito constantemente com relatórios diários, semanais e mensais. A certeza, conforme o coordenador Judiciário, é que as decisões meritórias terminativas finalizam celeumas judiciais, trazendo a pacificação social tão buscada pelo ordenamento jurídico. “Portanto, essa conquista é de todos e todas que julgam os atos judiciais, e, dessa forma, reforça o compromisso da Justiça estadual na entrega do serviço que beneficia a sociedade”, finalizou Bruno José. FONTE: TJMT    

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012