AO VIVO gitanimator
17:00 - 17:30 Na Cozinha

O Programa Na Cozinha traz os mais diversos pratos da cultura brasileira de forma descomplicada. Apresentado por Márcia Kappes, aqui você aprender e surpreender com os melhores pratos.

17:30 - 18:30 Programa Estilo

O Programa Estilo é um programa de variedades que traz o melhor da moda, eventos e tudo sobre a alta sociedade. O apresentador Hebert Mattos te mostra todos os detalhes, vem com a gente.

14:30 - 14:45 Caldeirão do Bruxo

Para deixar suas tardes ainda mais quentes com as melhores fofocas, Caldeirão do Bruxo, contando os babados, noticiando os fatos de celebridades, políticos, e personalidades com ele, Messias Bruxo.

10:30 - 12:00 Pop Show

O seu final de semana promete ficar ainda melhor com o programa Pop Show. Muito entretenimento e agitação para suas manhãs de sábado na Rede Cidade Verde de Televisão.

13:00 - 13:30 Pesca e Aventura com Jango

09:30 - 09:45 AutoShow

23:00 - 00:15 Amigos do Teodoro e Sampaio

21:00 - 22:00 Programa Perspectivas

15:00 - 15:30 É Desse Jeito

Assista agora o programa É Desse Jeito!

17:30 - 18:30 Programa Estilo

18:30 - 19:00 Caiu na Rede

16:00 - 17:00 Programa Sendy Kaufmann

19:00 - 20:00 Bate Papo

13:30 - 14:30 Porteira do Sucesso

21:00 - 22:00 Papo Com Elas

15:30 - 16:00 Caminhos do Brasil

06:00 - 07:00 Encontro Com a Espiritualidade

07:00 - 08:00 Devoção Sertaneja

08:00 - 09:00 Manhã Sertaneja

09:00 - 09:30 Exército Brasileiro

12:00 - 13:00 Programa Transportador

Notícias

Sá - 18 de Maio de 2024
113.png

Polícia Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 16:23 - A | A

Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 16h:23 - A | A

GLOBAL

Tailândia voltará a criminalizar a maconha; premiê promete ser mais rígido

CNN

Até o final do ano, a Tailândia voltará a classificar a maconha como um narcótico, disse o primeiro-ministro na terça-feira (7).

A medida representa uma reviravolta surpreendente, dois anos depois de se tornar um dos primeiros países da Ásia a descriminalizar a maconha para uso recreativo.

Essa medida acontece mesmo com o rápido crescimento do setor varejista doméstico de maconha, em que, nos últimos dois anos, milhares de lojas e empresas de maconha têm surgindo na Tailândia. Setor esse que segundo as projeções, valerá até US$ 1,2 bilhão até 2025.

“Quero que o Ministério da Saúde altere as regras e recoloque a cannabis na lista de narcóticos”, disse o primeiro-ministro Srettha Thavisin na plataforma de mídia social X.

O primeiro-ministro disse ainda que “o ministério deve emitir rapidamente uma regra para permitir seu uso apenas para fins médicos e de saúde.”

Em 2018, a cannabis foi descriminalizada para uso médico e, em 2022, para uso recreativo, mas os críticos afirmam que a legalização foi feita às pressas, causando uma enorme confusão sobre as regras e regulamentos.

Os comentários de Srettha vieram depois de uma reunião com agências envolvidas na repressão ao narcotráfico, na qual ele prometeu adotar uma posição dura em relação às drogas ilícitas e ordenou que as autoridades apresentassem resultados e mostrassem “progresso efetivo” nos próximos 90 dias.

“As drogas são um problema que destrói o futuro do país, muitos jovens são viciados. Temos que trabalhar rápido, confiscar bens (de traficantes de drogas) e expandir o tratamento”, disse o primeiro-ministro

Ele também pediu às autoridades que redefinissem o que é considerado posse de drogas segundo a lei, passando de “pequena quantidade” para “um comprimido”, a fim de permitir uma atuação mais rígida das autoridades.

O governo de Srettha disse anteriormente que deseja aprovar uma lei sobre a maconha até o final do ano, que proibiria a maconha recreativa e permitiria seu uso apenas para fins médicos e de saúde.

Não ficou claro quando a maconha voltará a ser listada como narcótico ou quais processos devem ser realizados primeiro.

Prasitchai Nunual, secretário-geral da Cannabis Future Network da Tailândia, disse que a descriminalização da maconha seria uma medida ruim para economia e um grande golpe para pequenas empresas e consumidores.

“Muitas pessoas têm cultivado cannabis e aberto lojas de cannabis. Elas terão que fechar”, disse ele à Reuters.

“Se os resultados científicos mostrarem que a maconha é pior do que o álcool e o cigarro, eles poderão listá-la novamente como um narcótico. Se a maconha for menos prejudicial, eles deveriam listar os cigarros e o álcool como narcóticos também.”

Comente esta notícia

institucional
facebook instagram tiktok whatsapp

Av. Archimedes Pereira Lima, 1200 - Jardim Itália, [email protected]

(65) 3612-0012